Dirigir falando ao celular agora é infração gravíssima

O simples ato de manusear o celular agora é considerado infração de trânsito gravíssima. São inúmeros os registros de acidentes de trânsito provocados pelo uso do smartphone na direção de um veículo.

0
719
Dirigir falando ao celular

Dirigir falando ao celular ou digitando mensagens agora é considerado infração gravíssima, com perda de 7 pontos e multa de R$ 293,47. 

Para os condutores que costumeiramente dirigem utilizando o telefone celular, a pena agora será mais dura. A multa que antes era considerada de natureza média (4 pontos e R$ 85,13) agora passa a ser considerada de natureza gravíssima (7 pontos e R$ 293,47). Com a nova redação dada pela Lei, o ato de manusear o aparelho configura infração de trânsito.

Tenho observado e pesquisado muito sobre este assunto. E vejo no trânsito pessoas falando ao celular, guiando seu veículo sem muita concentração. Dá pra perceber que as manobras e acelerações não se encontram dentro da normalidade. Digitar mensagens é ainda pior. A perda do foco no trânsito é muito maior.

Os dados mais recentes que encontrei para escrever essa matéria apontam para uma média de 1,3 milhão de acidentes de trânsito envolvendo o uso do celular: motoristas, ciclistas e até pedestres distraídos com o equipamento em vias públicas. A informação é do DPVAT.

É difícil entender o porquê de tanta pressa para ler ou responder uma mensagem, enquanto se está dirigindo. É uma urgência criada pelo nosso próprio vício. Mas que pode colocar em risco a vida de pedestres e de outros motoristas que não tem nada a ver com a sua mensagem. A 80 quilômetros por hora, o ato de ler uma mensagem faz com que o carro ande cerca de 100 metros. Tempo suficiente para você passar por cima de muita gente. Ou por baixo…

Pense bem! Educação virtual…no trânsito também.

 

Deixe uma resposta